contagem

Segundo a FENPROF se até à próxima 6ª feira, não for convocada a primeira reunião negocial, avança com outras organizações sindicais na realização de uma Concentração de Professores no dia 24 de Janeiro, junto à Presidência do Conselho de Ministros.

A FENPROF afirma que, apesar de este ser um processo cuja urgência é reconhecida, a ponto de o governo ter pretendido realizá-lo mesmo antes da entrada em vigor do Orçamento do Estado para 2019, as organizações sindicais não receberam qualquer convocatória para a reunião que lhe dará início. Por essa razão, a FENPROF enviou ao Primeiro-Ministro um ofício em que reclama que a convocatória lhe seja enviada até final desta semana.

No documento, do qual foi dado conhecimento aos ministros das Finanças e da Educação, a FENPROF decidiu, ainda, manifestar o “seu desagrado por declarações, tanto do Primeiro-Ministro, como de outros governantes, destinadas a condicionar o processo negocial, pondo em causa um direito inalienável dos professores, que é a consideração de todo o seu tempo de trabalho, como, aliás, prevê a já citada Lei do Orçamento do Estado para 2019”.







Comente esta notícia