Buraco na estrada

Pita Ameixa começa por afirmar que o município de Ferreira do Alentejo conhece uma forte actividade económica e também uma centralidade geográfica que promove, uma forte intensidade de tráfego, de veículos ligeiros e pesados.

O autarca prossegue, referindo que “nos últimos anos tem havido uma menor conservação das estradas nacionais o que se traduz, actualmente, numa degradação acentuada das mesmas em geral”.

Pita Ameixa revela ainda que a autarquia recebe insistentemente reclamações do público, relativamente ao estado de degradação de algumas vias, que considera, na verdade, fundadas e apresenta o exemplo de alguns “casos gritantes”. A EN 383, no troço entre Santa Margarida do Sado e Fortes , a EN 121 que liga Ferreira do Alentejo à capital de distrito, Beja, e a ER 2 de Odivelas ao limite do concelho de Aljustrel .



Comente esta notícia