Beja Romana 2019

Este ano são apresentados aos visitantes diversos itinerários por exposições, conferências, visitas pedagógicas, oficinas didáticas, oficinas de cozinha, música, animação, cortejos, mercado, acepipes, museu ao vivo e outras experiências. “As propostas para estes dias resultam de uma maior aposta nas atividades educativas e no envolvimento das escolas do concelho”, refere a autarquia bejense, responsável pela realização do festival.

O presidente da Câmara Municipal de Beja, Paulo Arsénio, fala sobre este evento, realçando o facto, desta realização ser efetuada, essencialmente, pelos dois agrupamentos de escolas da cidade. Paulo Arsénio acrescentou que este é um evento que tem como objetivo recriar a antiga Pax Julia e o período romano, explicando a importância estratégica que a cidade tinha nessa altura.

Do vasto programa agendado para o primeiro dia de Festival Beja Romana destacamos a realização do Cortejo Inaugural, às 10.30 horas, que começa na sede do Agrupamento de Escolas Nº 2 de Beja, a Escola D. Manuel I e depois, às 17.30 horas, o Cortejo Interculturalidade Pax Julia, que tem início na Praça da República.

O programa de hoje sugere, igualmente, mas para a noite, a conferência: “A água que a terra abraça – A exploração dos recursos naturais na época romana”, às 21.30 horas, no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano, assim como a atividade “Ao encontro do vinho da talha”, na Taberna Romana instalada no Largo de São João.

O programa completo do Festival pode ser consultado em: https://www.bejaromana.pt/programa.


Comente esta notícia

Galeria de fotos