Silarca 2016

O Festival do Cogumelo tem confirmado mais de 50 expositores em diferentes espaços do certame e na sua área circundante, com exposição de produtos ligados à produção de cogumelos, ervas aromáticas, licores regionais, doçaria tradicional, bordados e costuras, assim como, algum artesanato regional.

Para além dos restaurantes e tasquinhas instalados dentro da Tenda Micológica, aderiram ao festival os restaurantes locais, que nestes dias contam nas suas ementa com petiscos e pratos típicos em que as silarcas são o ingrediente especial.

A reflexão e o debate sobre a sustentabilidades destes importantes recursos naturais, bem como pela dinamização de um passeio micológico no parque biológico, a realização de conversas em torno dos cogumelos e de recursos silvestres, bem como a realização três showcookings de culinária são outros destaques esta edição que apresenta ainda uma feira do livro em parceria com a “Rota do Livro”.

A animação de rua é outra aposta com a presença do grupo de percussão de Beja “Rufar e Bombar” e do grupo de Almodôvar “Maravilhas do Alentejo” que vão percorrer algumas das ruas e cafés da freguesia.

Outros atractivos passam pelo cante alentejano e uma exposição do Museu de brinquedos tradicionais em madeira de Rogério Fialho.

O humorista Bruno Ferreira é o embaixador do Festival do Cogumelo, um evento que, na organização, conta com a assinatura da Junta de Freguesia de Cabeça Gorda.

Bruno Ferreira afirma que o certame, em 2018, mantém algumas iniciativas das anteriores edições mas há também algumas novidades.



Comente esta notícia