Festival Giacometti

Através do Festival Giacometti, a Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo, organizadora do evento, pretende “criar um autêntico reboliço criativo” no concelho, envolvendo toda a comunidade, ao mesmo tempo, que dá a conhecer a forte ligação do etnomusicólogo com este território.

“A figura que dá nome à iniciativa, Giacometti”, explica a Câmara de Ferreira, é uma “personalidade natural da Córsega”, que desenvolveu um trabalho distinto de “recolha e investigação em prol da cultura popular”, nomeadamente, nos domínios da “literatura oral, música, dança e medicina tradicional”.

O etnomusicólogo Michel Giacometti tem um forte elo de ligação à vila de Ferreira do Alentejo, onde em 1968, fez várias recolhas relacionadas com o cante em Ferreira, Figueira de Cavaleiros e Peroguarda, aldeia onde criou “laços profundos” com a comunidade local e que escolheu “como a sua última habitação”, explica o município ferreirense.

Quanto à programação para este primeiro dia do evento, destaque para o desfile pelas ruas da vila, que marca o arranque das festividades, a partir das 11.45 horas, e que conta com a participação de 450 crianças do concelho, com esquilas fabricadas artesanalmente.

Depois do desfile, pelas 12.00 horas, decorre a montagem de um varal esquilaneiro, no Centro Manuel da Fonseca.

Durante a tarde de hoje, os Chocalheiros de Vila Verde de Ficalho fazem uma deambulação pelas ruas de Peroguarda e de Ferreira do Alentejo.

Para mais informações, consulte o programa do Festival em https://festivalgiacometti.pt/programa


Comente esta notícia

Galeria de fotos