Festival MUPA

Este é um festival que apresenta novas sonoridades, que é eclético e que aposta na apresentação dos concertos em locais emblemáticos, e com história, da cidade.

Vítor Domingos é um dos organizadores deste festival, que diz exprimir-se “como um fenómeno que procura integrar um amplo universo musical, bem no coração da histórica cidade de Beja. Cruzam-se gerações, géneros musicais e artistas que procuram transgredir barreiras e costumes e cumprem-se concertos e DJ sets, que respiram a memória coletiva presente nos vários espaços da cidade.”

No primeiro dia de Festival, as iniciativas começam às 13.00 horas, num dos espaços do festival, “A Pracinha”, na Praça da República, com a abertura da exposição de fotografia de Pedro Agra.

A Praça Diogo Fernandes, no Jardim do Bacalhau, recebe o primeiro concerto gratuito, das 15.00 às 20.00 horas, com Simply Rockers Sound System.

O segundo concerto gratuito é às 21.00 horas, no palco montado no Largo da Conceição, Museu Regional de Beja e apresenta o guitarrista Norberto Lobo.

?Os concertos, pagos, são no palco principal, instalado no espaço “Restaurante Pé de Gesso” e sugerem Systemik Violence, às 22.15 horas; Putas Bêbadas, às 23.05 horas; Mynda Guevara, a partir da meia-noite; Necro Deathmort, à 00.40 horas e João Melgueira, a partir da 01.40 horas.

As entradas pagas estão a ser vendidas há algum tempo, mas quem ainda não comprou bilhete pode fazê-lo nos locais dos concertos.


Comente esta notícia