ALmodôvar

A 13.ª Edição do "Terras sem Sombra" começa assim, em Almodôvar, às 14h30, com um programa de visitas desenvolvido e acompanhado por especialistas no estudo do património cultural e natural do distrito de Beja, num percurso que tem como ponto de partida a igreja matriz de Santo Ildefonso, com passagem e destaque para o Convento de Nossa Senhora da Conceição, Igreja da Misericórdia, o Museu Severo Portela e Museu da Escrita do Sudoeste, algumas casas particulares, lojas e outros edifícios e monumentos de especial interesse artístico ou histórico na vila. Mais tarde, às 21h30, o concerto de inauguração do Festival estará a cargo da Accademia del Piaccere, um grupo de referência da música antiga que é considerado um dos principais conjuntos da Europa e será dirigido pelo maestro Alqhai, com a participação de Arcángel, uma das grandes vozes andaluzas da atualidade. Sara Fonseca apresenta as duas iniciativas que marcam o arranque do Festival, em Almodôvar.

Amanhã, a passagem do Festival por Almodôvar fica completa com um passeio pela biodiversidade na Serra de Mú, território singular e de grande valor ao nível da sua flora e fauna, com início marcado para as 10H00.

Recorde-se que o FTSS vai continuar a percorrer diversos concelhos do Baixo Alentejo e Litoral, até 1 de julho e que a organização desta iniciativa, que tem em 2017, Espanha como país convidado, é da responsabilidade do Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja.


Comente esta notícia