carro GNR

Detectar a posse ilegal de armas e munições, prevenir a criminalidade e garantir a ordem, segurança e tranquilidade pública foram os principais objectivos da Operação “Travel Arms”.

Durante os três dias da operação estiveram empenhados 184 militares de diversas valências, nomeadamente, territorial, trânsito, fiscal, intervenção e investigação criminal, tendo fiscalizado 914 pessoas e 613 veículos.

Destas acções resultaram 14 detenções, das quais se destacam, 10 por posse de arma proibida, 1 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e 1 por tráfico de estupefacientes.

Foram ainda elaborados 35 autos de contra-ordenação, dos quais 5 por tráfico de estupefacientes e apreendidas 270 doses de haxixe e 10 armas proibidas: 8 aerossóis de gás pimenta, 1 arma eléctrica (taser) e 1 arma branca.







Comente esta notícia