gonçalo valente

A votação realizou-se entre as 15.00 e as 19.00 horas, nas cinco secções de voto existentes, Beja, Ourique, Serpa, Odemira e Moura. Gonçalo Valente apresentou aos militantes um programa composto por 11 medidas “exequíveis e ambiciosas”, que têm como objectivo “mudar o rumo do partido no distrito, recolocando-o no sítio onde merece”. Entre outras propostas, Gonçalo Valente quer fazer uma Convenção Anual, com quadros do partido a nível nacional, formar quadros autárquicos e fomentar a militância activa. 

Reactivar as secções de Alvito, Almodôvar e Serpa é outra das prioridades de Gonçalo Valente, assim como criar núcleos em concelhos onde o PSD tem menos expressão, no sentido de conseguir, paulatinamente, mais apoios para o partido.

Gonçalo Valente pretende ainda aumentar a representatividade nos órgãos autárquicos distritais. Nas legislativas quer manter o deputado eleito por Beja. Gonçalo Valente apresentou-se nestas eleições internas com aquilo que considerou ser um projecto “inovador e ousado”.

Recorde-se que  Marciano Lopes prometeu impugnar o acto eleitoral no caso de perder e desafiou o adversário Gonçalo Valente a fazer o mesmo, no caso de ganhar. Em causa, segundo Marciano Lopes a falta de "transparência" no pagamento massivo de quotas, nas secções de Beja e Ourique.


Comente esta notícia