Pedro do Carmo

O deputado refere-se aos Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS) que têm por finalidade promover a inclusão social dos cidadãos, de forma multissetorial e integrada, através de ações a executar em parceria, para combater a pobreza persistente e a exclusão social em territórios deprimidos. Neste contexto, revela Pedro do Carmo, “os município do Baixo Alentejo terão ao seu dispor mais de 6 milhões de euros para o desenvolvimento de projetos de coesão social”, dizendo, em simultâneo, que esta é uma medida de “discriminação positiva para o território” e identificando a novidade introduzida. O deputado revela que os 14 concelhos do distrito foram convidados a desenvolver o seu Contrato Local de Desenvolvimento Social, com o recurso a 42 postos de trabalho qualificados, por um período de três anos.

Os projetos terão um enfoque especial nas vulnerabilidades identificadas: desemprego, pobreza e envelhecimento, avança, ainda, o deputado Pedro do Carmo.


Comente esta notícia