PRENDAS DE NATAL

Considerando apenas as intenções de poupança, a faixa etária que mais tenciona poupar é a que se encontra entre os 35 e os 44 anos: 34% planeiam aumentar as suas economias. Já os indivíduos mais velhos, entre os 55 e os 65 anos, são os que menos tencionam poupar (20%).

Geograficamente, o Sul destaca-se por ser a região onde mais se pretende poupar (43%) e, também, onde mais se pretende gastar (36%).


Comente esta notícia