Dia dos Namorados

Os costumes deste feriado religioso ficaram interligados com ocasiões mais conhecidas como o "The Roman Feast of Lupercalia". Este festival era dedicado ao Deus Pastoral Lupercus e à Deusa do Amor Juno. Também conhecida como a Deusa das Mulheres e do Casamento. O feriado de 14 de fevereiro era um feriado dedicado a Juno. No dia seguinte, 15 de fevereiro, começava o "Festival de Lupercalia", que era dedicado a muitos deuses e deusas. Os meninos e meninas viviam completamente separados. Durante o Festival os meninos tiravam à sorte um nome de menina de um vaso, tornando-se parceiros durante o Festival. Os pares dançavam e brincavam juntos.

Hoje em dia, comemorar o dia de São Valentim é uma oportunidade para as pessoas expressarem consideração, amor e amizade não só para namorados, mas também para colegas, pais e amigos.

Em Vidigueira esta data é assinalada com um conjunto de iniciativas. No âmbito da atividade "Vidigueira é? Amar. Programa de São Valentim", organizada pelo Município, é divulgada a gastronomia e a hotelaria, com a elaboração de "um guia com propostas irresistíveis e românticas".

O Município sugere uma visita em www.cm-vidigueira.pt para encontrar no guia de ementas, e programas especiais, nas adegas, nos restaurantes e nos alojamentos do concelho. 

Para assinalar o Dia dos Namorados, a Biblioteca Municipal de Aljustrel promove,  a partir das 14.30 horas, uma tarde cultural, dirigida ao público em geral. Esta iniciativa, denominada “Um poema um Coração”, irá celebrar o amor e todos os sentimentos que um coração apaixonado exalta. 

A sessão conta com diversas atividades, nomeadamente uma exposição de trabalhos,  realizados pelos alunos do 1º ciclo e dos jardins de infância do concelho. Haverá,  igualmente, uma declamação de poemas por Teresa Barão e uma  serenata romântica,  com António Afonso Bernardino e o grupo de violas da Universidade Sénior.

 



Comente esta notícia