Hospital de Serpa

O acordo foi assinado em Serpa, na passada sexta-feira, dia 6, na presença da secretária de Estado da Saúde, Rosa Valente de Matos e “permite prestar mais e melhores cuidados de saúde de proximidade aos cidadãos, nomeadamente em áreas como consultas externas, cirurgias em regime de ambulatório, cirurgias em regime de internamento, atendimentos em situação de urgência e em Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica.”

Conceição Margalha, presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), explica o que não estava a ser cumprido, do Acordo assinado em 2014, e o que passa agora a ser possível assegurar.

Conceição Margalha identificou também, ao nível da cirurgia, o que está agora garantido, avançou que o Hospital de São Paulo vai ter investimento num novo bloco cirúrgico e rematou dizendo que com este Acordo, passa a haver mais proximidade na prestação de cuidados de saúde, em complementaridade com o Hospital de Beja, esclarecendo como.

A partir de agora, os utentes do SNS inscritos na ULSBA, no Agrupamento de Centros de Saúde Alentejo Central e nos Agrupamento de Centros de Saúde da ARS Algarve beneficiam da prestação de cuidados nas seguintes áreas abrangidas por esta adenda: consultas externas, nas especialidades de Cardiologia, Dermatologia, Oftalmologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia e Urologia; cirurgias em regime de ambulatório, nas especialidades referidas anteriormente; cirurgias em regime de internamento, nas especialidades de Ortopedia, Otorrinolaringologia e Urologia; atendimentos em situação de urgência, realizados no denominado Serviço de Urgência Avançado do Hospital de São Paulo – Serpa, sob a responsabilidade da SCM Serpa e Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica das áreas da Cardiologia, da Otorrinolaringologia e da Radiologia.


Comente esta notícia

Galeria de fotos