NILZA DE SENA

A deputada recorda que em meados de dezembro do ano passado, o Ministério da Saúde decidiu suspender o processo de transferência dos hospitais para as Misericórdias, que deveria ter sido concluído a 1 de janeiro deste ano. Acrescenta que o PCP, um dos partidos que suportam o Governo, já veio a público defender a reversão das transferências já realizadas e que o programa deste Executivo não faz qualquer referência a esta problemática, sendo totalmente omisso quanto à intenção de reverter estes processos.

Posto isto, a deputada Nilza de Sena questionou o ministro da Saúde sobre se é intenção do Governo reverter a transferência do Hospital de São Paulo para a Santa Casa da Misericórdia de Serpa e, em caso afirmativo, se foram tidos em consideração os possíveis montantes indemnizatórios e compensatórios que poderão advir da reversão.


Comente esta notícia