IN CASTRO

“Até à data, os serviços sediados no IN Castro contabilizavam o contacto direto com mais de 70 microempresas ligadas aos sectores da restauração, alojamento e similares, comércio por grosso e a retalho e construção civil”, revela, também, a Câmara Municipal, dizendo que “paralelamente, foram instruídos 13 processos de candidatura à Linha de Apoio à Tesouraria COVID-19 para microempresas do setor do Turismo e Restauração, num valor global total de cerca de 34 mil euros, sendo que, desse montante já foram aprovados” mais de 20 mil euros.

“Através dos serviços de apoio prestados foram ainda atribuídas 8 certificações PME pelo IAPMEI, necessárias para aceder à Linha de Apoio à Tesouraria COVID-19 para microempresas do setor do Turismo e Restauração, efetuadas 2 candidaturas ao lay-off simplificado e aos apoios para sócios-gerentes, 1 selo Clean & Safe para restauração e apresentada 1 candidatura ao Programa Adaptar”, é avançado, igualmente, na nota de imprensa enviada à nossa redação.


Comente esta notícia