Vinha Vidigueira

Na vinha, a extensão dos prejuízos causados pelas elevadas temperaturas foi variável, mas estendeu-se por quase todas as regiões vitivinícolas, prevendo-se uma das menores produções de vinho das últimas duas décadas situada nos 5,2 milhões de hectolitros.

Ainda de acordo, com o INE as condições meteorológicas do passado mês de Agosto foram determinantes e verificou-se que o calor excessivo causou escaldões nos bagos, embora com reflexos distintos em função da casta, da exposição e da idade da vinha.

José Miguel Almeida, presidente da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, não ficou surpreendido com os dados do INE e revela que no caso da Cooperativa contrariou a realidade nacional porque registou em 2018 uma produção superior a 2017. Curiosamente 2018 foi, para a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito o segundo maior ano de produção da sua história.






Comente esta notícia

Galeria de fotos