mãos idosos
Uma ideia que saiu reforçada depois de João Ramos ter visitado, esta semana, o Lar da Santa Casa da Misericórdia de Cuba. Para o deputado do PCP não faz sentido, como constatou, que grande parte dos utentes que lá está não tenha acordo da segurança social.

Em Cuba, João Ramos centrou ainda atenções na educação e das questões que lhe foram colocadas destaca o financiamento do ensino profissional.

Outra preocupação prende-se com um protocolo de delegação de competências que existia entre o ministério da Educação e a autarquia de Cuba, foi rescindido e o ministério não chamou a si as responsabilidades que tem.

Comente esta notícia