sobral da adiça

A Junta de Freguesia não gostou desta afirmação e, no documento enviado à nossa redacção, afirma que importa clarificar que os caminhos rurais e agrícolas são da responsabilidade das Juntas de Freguesia, sendo os caminhos municipais da responsabilidade das Câmaras Municipais, neste caso, da autarquia de Moura e que “não se deve colocar tudo dentro do mesmo saco, como fez o presidente da Câmara Municipal de Moura”, uma vez que “cada um deve sim, assumir as suas responsabilidades”.

A Junta de Freguesia critica ainda a forma como decorreu o processo tendo em vista o arranjo dos caminhos rurais e agrícolas e recorda que numa reunião, a 18 de Julho, com a autarquia de Moura, ficou acordado que não tendo a Câmara Municipal capacidade para responder aos arranjos dos arruamentos em Sobral da Adiça, a Junta de Freguesia faria esses trabalhos e o município arranjaria as respectivas vias rurais e agrícolas.

Para a Junta de Freguesia de Sobral da Adiça, que garante está a cumprir a sua parte do acordo, a nota de imprensa da Câmara Municipal de Moura é “uma falsa verdade, com objectivos políticos de desacreditar” o seu o trabalho.

O município responde agora ao comunicado da Junta de Freguesia para reafirmar que todas as Juntas de Freguesia aceitaram a proposta apresentada e sinalizaram caminhos, com a excepção de Sobral da Adiça. 

Segundo a autarquia de Moura, na reunião de 18 de Julho, com a Junta de Freguesia de Sobral da Adiça ficou acordado que “a Junta iria proceder ao calcetamento e betonagem de buracos nas vias, resultantes das roturas na rede de águas, compensando a despesa dessas prestações de serviços com os possíveis valores a pagar, pela Junta de Sobral da Adiça, relativos aos encargos com recursos humanos, no âmbito da reparação de caminhos vicinais efetuada pela Câmara Municipal de Moura”.

Afirma o município que os serviços municipais continuam sem receber, da Junta de Freguesia de Sobral da Adiça, a sinalização de qualquer caminho para reparação.

A Câmara Municipal de Moura garante que “trata todas as Juntas de forma igual, paga às Juntas de Freguesia escrupulosamente todos os seus compromissos e não serve de bode expiatório no tocante às responsabilidades do Presidente da Junta de Freguesia de Sobral da Adiça para com os seus fregueses”. O município afirma ainda que continuará “a fazer de cada Junta de Freguesia um parceiro e isso inclui a freguesia de Sobral da Adiça”.

A Junta de Freguesia, em novo comunicado, afirma que continua sem perceber “como podem as Juntas de Freguesia do concelho pagar as horas aos trabalhadores da Câmara Municipal de Moura” e questiona-se sobre se isso “será legal e se a Câmara Municipal de Moura solicitou às entidades competentes esses pareceres”.

Para a Junta de Freguesia de Sobral da Adiça “cada autarquia deve assumir as suas responsabilidades, passados quase dois anos de mandato, rigorosamente nada foi feito pela Câmara Municipal de Moura em relação a esta e outras matérias, havendo caminhos e estradas municipais praticamente intransitáveis”.

Finalmente, o comunicado afirma que “basta ir ao terreno para se ver o trabalho da Junta de Freguesia ao longo dos últimos quase seis anos, não olhamos para o que ficou para trás, só o que podemos melhorar no futuro, já o trabalho da Câmara Municipal de Moura apenas se vê nas notas de imprensa do Gabinete de Comunicação, e em resposta às críticas efetuadas pelos munícipes nas redes sociais, andando simplesmente à deriva”.


Comente esta notícia

Com respeito ás estradas municipais,gostava de salientar a que liga Povoa á Estrela e Povoa a Mourão que desde que foram feitas nunca foram alvo da mais pequena reparação, a não ser publicidade ao Município de Moura, toda a gente sabe que em dias de chuva ou nevoeiro é quase impossível saber onde é a estrada, acho que a Câmara está há espera que morram pessoas.

José Prata Baptista

10/08/2019