Livre Beja

Em nota de imprensa, o LIVRE refere que considera que a reabilitação da rede rodoviária é uma condição fundamental do progresso e desenvolvimento da região e que a interrupção das obras do IP8 (A26) lesou gravemente as populações, o ambiente e a economia do Alentejo.

A candidatura cidadã Livre / Tempo de Avançar apresentou também, esta semana, o seu Manifesto Eleitoral para o círculo de Beja. A apresentação ocorreu no Aeroporto de Beja, local simbólico, representativo do desaproveitamento das potencialidades do Baixo Alentejo. 

O Livre / Tempo de Avançar defende mais investimento público para a região, em áreas chave como a agricultura e pecuária, a cultura e o turismo, e a ciência. 

Considera igualmente prioritário a reabilitação das redes de mobilidade ferroviária (ligação de Beja a Norte e Sul do País e a Lisboa), rede rodoviária (reabilitação do IP8) e transporte aéreo (reaproveitamento do Aeroporto de Beja para as suas funções naturais de local de transporte de mercadorias e passageiros) e a criação de um eixo Sines - Beja - Espanha que seja o motor do crescimento sócio-económico da região. 

A saúde, setor fundamental para o bem-estar e desenvolvimento da região, é outra das prioridades. É necessária uma articulação efetiva do SNS com outras entidades, dos serviços hospitalares com os cuidados primários e a resolução definitiva da prestação de cuidados às populações de Odemira, é referido, igualmente, no comunicado do LIVRE.


Comente esta notícia