Luís Godinho

Assim, refere a CIMBAl, “a partir do dia 1 de fevereiro de 2019, pelo período de 12 meses, com possibilidade de mais duas renovações, iniciará a prestação de serviços para a Direção do jornal “Diário do Alentejo” Luís Fernando Godinho Maneta.”

Na nota de imprensa da CIMBAL é frisado que “no período de apresentação de propostas, na plataforma AcinGov foi apenas submetida uma proposta do concorrente Luís Fernando Godinho Maneta, a qual respeitou os requisitos do caderno de encargos e do programa de concurso.” É revelado também que foi recebida “uma mensagem de correio eletrónico de Paulo Jorge da Silva Barriga, no dia 27 de dezembro, na qual explicava que não havia conseguido submeter a sua proposta na plataforma, em tempo útil, por falta de assinatura eletrónica. A mensagem incluía as peças da sua proposta, nomeadamente o preço ao qual respondia ao concurso, assim como a demonstração que preencheria todos os critérios relativos à qualidade (Experiência comprovada de jornalista e realização de vídeos/documentários, não cumprindo o critério preço, excedendo o montante máximo em cerca de 16%).”

No documento é dito, ainda, que o júri do concurso reuniu no passado dia 3, tendo concluído que a proposta” recebida “na plataforma AcinGov cumpria todos os requisitos e critérios estabelecidos, propondo a sua aceitação.”

A nota termina com um agradecimento aos serviços prestados ao “Diário do Alentejo” por Paulo Jorge da Silva Barriga, no período em que assegurou a direção do jornal e endereçando votos de sucessos pessoais e profissionais.


Comente esta notícia