FOTOGRAFIA PULIDO VALENTE

Em análise, por parte dos auditores da IGF, estão os anos de 2010,2011 e 2012, referentes ao mandato socialista no município de Beja.

A auditoria já teve inicio há algumas semanas e ainda não está concluída.

A informação foi dada, ontem, na Assembleia Municipal de Beja, em resposta à bancada socialista, que questionou o atual executivo municipal sobre o andamento da auditoria.

A IGF é um serviço do Ministério das Finanças que tem por missão assegurar o controlo estratégico da administração financeira do Estado, incluindo autarquias locais, tendo assumido as competências da extinta  Inspeção Geral da Administração Local (IGAL).

Entre outras são suas atribuições:

Exercer, no âmbito da administração financeira do Estado, a auditoria e o controlo nos domínios orçamental, económico, financeiro e patrimonial, de acordo com os princípios da legalidade, da regularidade e da boa gestão financeira, contribuindo para a economia, a eficácia e a eficiência na obtenção das receitas públicas e na realização das despesas públicas, nacionais e comunitárias;

Realizar sindicâncias, inquéritos e averiguações a quaisquer serviços públicos ou pessoas coletivas de direito público e desenvolver o procedimento disciplinar, quando for o caso, nas entidades abrangidas pela sua intervenção.


Comente esta notícia