Manuel Narra

Recorde-se que, em novembro passado, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vidigueira revelou que vai implementar o salário mínimo nos 600 euros, para os trabalhadores do quadro da Associação, revendo todos os contratos de trabalho, abaixo desse valor e que vai avançar com o descongelamento das carreiras dos trabalhadores, permitindo o avanço nas posições remuneratórias, numa medida que vai abranger os cerca de 20 trabalhadores do quadro da instituição, ainda antes do final do ano.


Comente esta notícia