bioregiões

Nesta cerimónia participam o presidente da Rede Internacional de Bio-regiões, os produtores, os empresários do turismo, as escolas e consumidores. No decorrer da sessão será entregue o certificado de integração da MEG à INNER e assinado o documento de funcionamento da Bio-região.

Na iniciativa que se realiza hoje vão estar, também, como fundadores, os cinco municípios da Margem Esquerda do Guadiana: Serpa, Mértola, Moura, Mourão e Barrancos, a Agrobio – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica, o CCBIO - Centro de Competências da Agricultura Biológica e dos Produtos no Modo de Produção Biológico ao PDR 2020 e o INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária.

A MEG passa desta forma, a integrar uma Rede Internacional de cerca de meia centena de territórios BIO, em todo o mundo e passa, igualmente, a ser a quarta Bio-região em Portugal, esclarece a Rota do Guadiana, revelando que ao abrigo do PDR2020 foi aprovado um pedido de apoio que garante financiamento para a dinamização da Bio-região da MEG na sua fase inicial.

Em nota de imprensa, a Rota do Guadiana refere que assume assim, “uma visão de futuro para a MEG, criando uma plataforma com a participação de entidades públicas e privadas numa estratégia partilhada que valoriza o diálogo e as parceiras entre produtores e consumidores, para gerar dinâmica económica e uma nova identidade baseada na proteção dos valores naturais e de ética, coesão e inclusão social.”

“A Bio-região é um conceito inovador com enquadramento nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e na agenda 2030, estabelecidas pela Assembleia-geral das Nações Unidas, nomeadamente ao nível da proteção da vida terrestre e na produção e consumo sustentáveis, que garantam a divulgação de informação relevante e consciencialização para o desenvolvimento sustentável que promova estilos de vida em harmonia com a natureza, bem como a promoção do turismo sustentável, que gera empregos, promove a cultura e os produtos locais”, recorda a nota de imprensa da Rota do Guadiana.


Comente esta notícia