Mario Tomé

Depois de duas derrotas consecutivas para o campeonato da primeira divisão distrital da Associação de Futebol de Beja, com o Aljustrelense e o Odemirense, o treinador do Castrense Mário Tomé, colocou ontem à noite, 21 Outubro, o seu lugar à disposição da direção presidida por Carlos Alberto Pereira, que aceitou a decisão do treinador.

No base desta decisão não estarão os resultados menos conseguidos nas duas últimas jornadas mas algum mau estar no interior do balneário entre alguns jogadores e o técnico. Recorde-se que o Castrense é candidato ao titulo distrital e que agora com menos 6 pontos poderá ter ficado mais longe desse objetivo. O clube regressa esta terça feira ao trabalho aguardando-se ainda quem será o novo homem do leme.


Comente esta notícia