Escola Santa Maria

Na resposta ao solicitado, a assessora de comunicação Marília Neres refere que “contactada a Direção do Agrupamento de Escolas n.º 1 de Beja, confirma-se que se encontram ainda por colocar os docentes de Educação Moral e Religiosa Católica e História (duas disciplinas e não sete). Os horários foram todos colocados a concurso e a escola procedeu de acordo com os procedimentos estabelecidos para a contratação, pelo que foram a reservas de recrutamento sucessivas, e somente um deles, o de História, que só tem 9h e foi colocado a concurso a 9 de setembro, foi para contratação de escola, até ao momento.”

O documento refere ainda, que “houve a preocupação de concentrar o mais possível as aulas destes alunos da parte da manhã, sendo os docentes colocados instados a lecionar as suas aulas de manhã, sempre que tinham disponibilidade, para minimizar o tempo que os alunos teriam de ficar na escola sem aulas, ficando então com as tardes mais livres.”

Os pais e encarregados de educação da Escola de Ensino Básico de Santa Maria de Beja continuam a reiterar que faltam colocar na turma do 7º A, sete professores, facto que dizem pode ser comprovado através da consulta na aplicação INOVAR Consulta de Alunos (WEB), na Página do AGR1 - Beja, onde não existe qualquer registo de sumários nas disciplinas que são identificadas no quadro abaixo:


Estimativa das Aulas Previstas e Dadas

(período compreendido entre 17 de setembro a 17 de outubro de 2018 – 22 dias úteis)

DISCIPLINAS

AULAS PREVISTAS

AULAS DADAS

Português

18

0

Inglês I

9

0

Francês II *docente colocado a 08.10.2018

12

5

História

9

0

Complemento à Educação Artística

10

0

Cidadania e Desenvolvimento

4

0

Mundo Atual

5

0

Educação Moral e Religiosa Católica

3

0

TOTAIS

70

5


O comunicado refere, também, quecontínua a não aceitação dos docentes do seu horário de colocação, decorrente dos seis Concursos Semanais da Reserva de Recrutamento (Necessidades Temporárias) realizados até ao momento, bem como a possível inexistência de Candidatos ao Concurso da Contratação de Escola (Necessidades Temporárias), nomeadamente o Horário Anual da disciplina de História, de nove horas letivas, o qual foi publicitado e tornado público apenas há três dias (a quinze de outubro), facto que pode ser comprovado através da consulta da Página do AGR1 – Beja.”

O documento prossegue referindo que “a entrada e saída constantes dos alunos da turma no Estabelecimento de Ensino, em virtude de não usufruírem de, aproximadamente, metade das atividades letivas curriculares, nem de quaisquer atividades de ocupação dos tempos livres, sendo que apenas a manhã de sexta-feira funciona de acordo com o Horário da Turma, pois nas restantes manhãs têm sempre duas a três horas sem que decorra qualquer atividade letiva, e tendo duas tardes sem aulas, facto que pode ser comprovado através da consulta na aplicação INOVAR Consulta de Alunos (WEB), Horário da Turma, na Página do AGR1 – Beja.”

Por último, os pais e encarregados de educação dizem lamentar facto de nunca terem sido “contactados e/ou convocados pelos órgãos de Direção, de Administração e de Gestão do Agrupamento de Escolas N.º 1 de Beja, no sentido de comunicarem quais os procedimentos que têm adotado, desde o dia três de setembro, data em que tomaram conhecimento definitivo do Procedimento Concursal dos Docentes para o Ano Letivo de 2018/2019, nomeadamente na atribuição da componente letiva aos docentes do Concurso Interno e do Concurso Externo (Necessidades Permanentes), bem como do Concurso da Mobilidade Interna e do Concurso da Contratação Inicial (Necessidades Temporárias), de modo a assegurarem o quase normal funcionamento das atividades letivas na Turma A, do Sétimo Ano do Terceiro Ciclo do Ensino Básico.”


Comente esta notícia