medalha cante

Esta medalha surgiu a pedido da Câmara Municipal de Serpa ao escultor, depois do Cante Alentejano ter sido declarado pela Unesco como Património Imaterial da Humanidade, em 2014 e reproduz geograficamente as quarenta localidades, desde o Baixo Alentejo até à periferia da área metropolitana de Lisboa, que manifestaram o apoio à candidatura.

Segundo o município de Serpa, a medalha foi distinguida pelo presidente da Federação Internacional da Medalha, também responsável pelo sector medalhístico do Museu Britânico, com o Prémio Medalha SATCH BAMS de 2017, um prémio disputado todos os anos entre artistas e designers de todo o Mundo, e destinado a encorajar estes profissionais a produzirem medalhas de alta qualidade artística.
O escultor, José Teixeira é professor da cadeira de Medalhística da Faculdade de Belas Artes de Lisboa e está representado em diversos museus nacionais e internacionais, entre os quais o Museu Britânico.





Comente esta notícia