NERBE

Segundo o presidente do NERBE/AEBAL, o primeiro obstáculo com que os empresários se debatem é, precisamente, o facto de nem todos recomeçarem a actividade na mesma altura e, quanto mais tempo passar, mais tarde será o processo de retoma.

Nesse sentido, segundo Filipe Pombeiro as medidas de apoio às empresas, no âmbito das linhas COVID 19, são manifestamente insuficientes" e têm que ser reforçadas.

Filipe Pombeiro deixa ainda algumas críticas à forma como tem decorrido o processo de lay off, previsto para as empresas, e considera que esta medida também "ficou curta".


Comente esta notícia