Mercado Livre

Esta iniciativa, promovida pela Associação Juvenil Arruaça, pretende proporcionar aos seus participantes e compradores o acesso a bens manufaturados ou em segunda mão, a preços acessíveis.

Face ao estado de pandemia foram adotadas por parte da organização um conjunto de medidas que visam proteger vendedores e visitantes de eventuais contágios.

Entre as medidas a implementar, segundo Vítor Alegria, presidente da direção da Arruaça, está a condição de apenas os vendedores poderem  ocupar os espaços previamente delimitados pela organização, de forma a garantir o distanciamento social.

Será definido um circuito específico no interior do mercado, assegurando o menor cruzamento entre pessoas que deverá ser respeitado pelos passeantes.

Para reforço da segurança será  obrigatório o uso de mascaras pelos vendedores e consumidores e de luvas descartáveis pelos vendedores.

Os vendedores irão disponibilizar solução antisséptica de base alcoólica, para desinfeção obrigatória das mãos e deverá ser garantido o distanciamento social de 2m, entre cada pessoa.

Ainda segundo Vítor Alegria, o atendimento terá de ser efetuado de forma organizada e limitado a um consumidor de cada vez e os artigos expostos só podem ser manuseados pelos vendedores.

Neste mercado livre, que funcionará a partir das 8.00 horas, prolongando-se até às 18.00 horas, pode encontrar produtos tão variados como roupa, calçado, livros, artesanato, decoração, cd’s e produtos biológicos, entre outros.


Comente esta notícia