Pavilhão Multiusos Mértola

A CDU começa por recordar que se trata de uma obra adjudicada por cerca de 2 milhões e 700 mil euros e com um prazo de execução de 270 dias.

Segundo o comunicado na reunião de Câmara, do dia 4 de Setembro os vereadores da CDU votaram favoravelmente a proposta de não concessão da quinta prorrogação do prazo para a conclusão da obra do Pavilhão à empresa adjudicatária. 

Para os vereadores da CDU, a proposta levada à reunião de Câmara, confirma aquilo que têm vindo a afirmar, que estes “continuados atrasos estão a prejudicar gravemente os interesses económicos do Município e representam total desnorte, incapacidade de gestão e de definição nas prioridades do investimento, da maioria socialista na Câmara de Mértola”. Ainda segundo a CDU, esta obra, por enquanto, não tem qualquer financiamento comunitário ou outro, está a ser construída exclusivamente com dinheiros do município que para o efeito teve de contrair um empréstimo bancário. 

Para a CDU a não ser aprovado qualquer financiamento a “situação financeira fica condicionada para futuros investimentos, que promovam o combate ao despovoamento do Concelho, com a criação de emprego, a fixação dos jovens a promoção de programas para o regresso de outros e um verdadeiro apoio às famílias para a promoção da natalidade”.

Os eleitos da CDU garantem que vão continuar “a exigir uma gestão rigorosa e transparente, que os contratos e acordos entre o Município e os prestadores de serviços sejam cumpridos e que as responsabilidades pelos atrasos sejam apuradas e aplicadas as penas previstas na lei”.   

 

  



Comente esta notícia