encontro empresários Mértola

Esta iniciativa, que decorreu no Salão da Junta de Freguesia de Mértola, contou na organização com a assinatura da autarquia da vila museu e o apoio da Associação de Empresários do Vale do Guadiana e da Rota do Guadiana.

Jorge Rosa destacou a importância deste evento anual e afirmou que, em relação ao futuro, olha para a evolução do sector empresarial do concelho com expectativa e optimismo.

Marta Cortegano, presidente da Associação de Empresários do Vale do Guadiana, afirmou que em territórios de baixa densidade, com falta de recursos humanos, como é o caso de Mértola, é “complicado” ser empresário e defendeu a criação de medidas discriminatórias “muitos fortes”, para estas zonas, porque as que existem não são suficientes.

David Machado, presidente da Rota do Guadiana, destacou aqueles que considera ser os principais desafios que se colocam aos empresários do concelho de Mértola.

Tendo por base dados referentes a 2018, naquele concelho, existiam 771 empresas, 77% das quais individuais, só 1,5% tinha mais de 10 trabalhadores e não existia nenhuma com mais de 50. Quanto ao volume de negócios nesse ano, em todo o concelho, foi de 60 milhões de euros.



Comente esta notícia

Galeria de fotos