Painéis fotovoltaicos

“O projeto é da empresa Fermesolar e abrange uma área de implantação aproximada de 703 ha, ocupados pelas várias infraestruturas que compõem a Central Solar. A área do Projeto localiza-se no concelho de Mértola, sendo que o corredor da Linha Elétrica, com cerca de 18,6 km, desenvolve-se ao longo do território dos concelhos de Mértola, Alcoutim e Tavira”, revela o odigital.pt. Refere, ainda, que a Central Solar será constituída por mais de um milhão de painéis.

Jorge Rosa, presidente da Câmara de Mértola, confirmou à Voz da Planície que há um consórcio de empresas que quer criar a maior central solar do país em Mértola e esclareceu que já foram feitos contactos com a autarquia, revelando em que ponto se encontram as negociações.

Jorge Rosa avançou, também, que este é um investimento que a Câmara Municipal, que preside, vê “com bons olhos” e que está disponível para cooperar neste processo. Acrescentou que esta é uma perspetiva importante para um concelho onde o emprego escasseia, porque prevê a criação de postos de trabalho diretos e esclareceu como.

O projeto e o estudo de impacte ambiental da “maior central fotovoltaica do país” - que, ao que tudo indica, irá nascer em Mértola-, já estão em consulta pública, até 7 de fevereiro de 2020, diz, igualmente, o odigital.pt.


Comente esta notícia