Mesa de Beja

As 49 mesas pré-finalistas foram distribuídas por 7 Galas eliminatórias, através de um sorteio. Cada uma das mesas tem um número associado, que vai manter até ao final da votação. As Mesas vão sendo eliminadas nas Galas, a emitir todos os domingos, sendo, apenas, duas as candidatas apuradas para a fase final da iniciativa.

É já hoje, às 21.00 horas, que a “Mesa de Beja” vai participar na gala semanal, em Alijó, momento em que poderá ser escolhida para a grande final do concurso, que vai decorrer no dia 16 de setembro, em Albufeira, onde os produtos de excelência do concelho bejense vão ser apresentados na “Mesa de Beja”, que tem como madrinha a atriz Custódia Gallego.

O roadshow de 2018 das “7 Maravilhas à Mesa” começou em Monsaraz a 22 de julho, Batalha a 29 de julho, Viseu a 5 de agosto, 12 de agosto em Alijó, 19 de agosto em Odemira, a 26 de agosto em Tomar e 2 de setembro em Lagoa.

Recorde-se que o grande objetivo das 7 Maravilhas à Mesa® é promover as regiões e o mundo rural, através da gastronomia e dos vinhos, fomentando o turismo e as experiências no território. Um país tão pequeno, mas tão rico na sua diversidade de pratos de norte a sul do país e ilhas e no desafio da sua harmonização com os vinhos produzidos localmente e a oferta turística adjacente.

A Mesa Cidade de Beja enaltece a capacidade criativa da gastronomia alentejana. Começa no petisco de borrego, passa por uma discreta mas saborosa açorda de alho e termina com a carne de porco alentejano, criado nos campos de montado onde ainda podem ser alimentados a bolota e outros produtos que a natureza dá. Dever-se-á combiná-la com migas de poejos, onde o pão e o azeite se misturam para criar uma textura estaladiça na qual o aroma do poejo se evidencia. Os vinhos Paço do Conde reserva branco e o Mingorra Colheita Tinto são bons companheiros de viagem, que entram na cidade para dar mais vida aos aromas desta mesa. Na taberna escuta-se o cante, a melodia desta terra. Ouvem-se histórias de vida, de amores e lugares como o Castelo de Beja que encima a cidade e que desde os seus 40 metros de alturas eleva a vista para a planura. A partir da sua torre conseguimos intuir aquilo de que Beja é feita: cidade e planície, espelhados nesta mesa.


Comente esta notícia