O presidente da Câmara Municipal de Beja, Paulo Arsénio, realçou o facto, desta realização ser efetuada, essencialmente, pelos dois agrupamentos de escolas da cidade e que tem como objetivo recriar a antiga Pax Julia e o período romano, explicando a importância estratégica que a cidade tinha nessa altura.

O diretor do Agrupamento de Escolas Nº 1 de Beja realçou a importância de participar neste evento. José Eugénio disse que este agrupamento não poderia ficar de fora.

Pedro Martinho, do Agrupamento de Escolas Nº 2 de Beja, recordou que a ideia nasceu de um curso profissional desta escola e destacou, igualmente, a dimensão regional do evento.




Comente esta notícia

Galeria de fotos