água torneira
Esta decisão surge "numa atitude de total coerência com as posições assumidas no passado pelos eleitos do PS e no facto de, neste momento, a rede de abastecimento da vila de Castro Verde continuar a ter graves problemas que afectam o fornecimento normal à população".

A autarquia castrense está, a esta altura, a ponderar os termos em que poderá avançar com a requalificação da rede na vila, tendo em conta que os fundos comunitários para esse fim deixaram de estar disponíveis em 2013 e o estado de degradação a que chegou a rede é de resolução muito complexa e exigente.

O município de Castro Verde garante que o preço da água só é alterado se houver uma imposição da ERSAR-Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos nesse sentido, para que seja possível à autarquia aceder a fundos comunitários que permitam fazer obras profundas na rede de águas da vila.







Comente esta notícia