MURPI

Na moção em causa é exigido ao Conselho Diretivo da ADSE que promova a negociação de tabelas de preços máximos para todos os atos médicos; que promova a negociação das regularizações de 2015 e 2016 e subsequentes, assim como a diversificação de prestadores convencionados que abranja o território nacional no
interesse dos beneficiários.

A moção da Direção do MURPI exige, ainda, do Governo a publicação imediata de legislação que permita o alargamento de beneficiários que abranja os trabalhadores com contratos individuais de trabalho em funções públicas e a manutenção do atual regime da ADSE que garanta, no presente e no futuro, o seu caráter público e solidário.


Comente esta notícia