Mário Nogueira FOTO

É preciso demonstrar a todos que na escola pública se faz muito e bem, assim como o facto, de que é opinião generalizada que a mesma assim deve continuar, foi a mensagem que Mário Nogueira deixou em Beja, a todos os que ouviram a sua intervenção.

A Caravana em defesa da Escola Pública vai continuar a percorrer o País até quinta-feira, dia 6, no dia a seguir, 7, começa uma greve às avaliações, está marcada, igualmente, uma manifestação nacional de professores para o dia 15 deste mês e dois dias depois, a 17, realiza-se uma greve geral de docentes, que vai coincidir com o primeiro dia de exames, recordou Mário Nogueira.

O secretário-geral da FENPROF deixou também um apelo aos professores, pedindo-lhes que participem naquelas acções e clarificando que os docentes gostariam muito de não terem de recorrer a todas estas acções de luta.

Mário Nogueira recordou ainda, que hoje realiza-se uma reunião geral no Ministério das Finanças e que para quinta-feira está agendada uma outra, para o Ministério da Educação, para tratar das questões dos horários de trabalho e mobilidade. Terminou, dizendo que a "bola" está do lado do Governo e que se o mesmo não recuar, os professores vão continuar a lutar pelos seus direitos e por uma vida condigna.


Comente esta notícia