horta

Este projecto, que está a ser pensado há já vários meses, vai ser, hoje, apresentado, numa iniciativa marcada para as 15.30 horas, no auditório da EDIA, em Beja.

Lançada pela MyFarm, empresa nascida no Instituto Politécnico de Beja com largos anos de experiência neste tipo de plataformas, a Adelaide.farm assume-se como um projexto que quer, acima de tudo, ajudar os pequenos produtores através da economia social colaborativa.



O escoamento dos stock e as entregas são da responsabilidade da equipa da plataforma, em colaboração com os agricultores locais que se queiram envolver no projecto, do valor final do produto, mais de metade é para o produtor, uma percentagem sem paralelo comparando com os sistemas de venda tradicionais.

Quanto aos consumidores podem ter acesso a produtos nacionais de época, que serão entregues em locais perto de suas casas, no dia em que são colhidos. Os consumidores, tem acesso directo aos produtores e às suas hortas e podem escolher duas modalidades para fazer as suas compras, hortas virtuais, extensão de terreno onde plantam virtualmente o que querem, num período que vai dos três aos doze meses, e mercearia, cabazes originais com produtos dos diversos "Produtores Adelaide". Na Adelaide.farm, os profissionais da restauração ou retalho têm um acesso privilegiado, para comprar produtos em maiores quantidades.

Comente esta notícia