Tomé Pires

Nesta altura, “o espírito comunitário impõe-se, pelo que várias entidades locais, se reinventaram em termos organizativos para que, em conjunto” se possa “corresponder à resposta das necessidades mais imediatas, como o acesso a alimentos e medicação”.

Nesse sentido, a Câmara Municipal, em articulação com as Juntas e Uniões de Freguesia do concelho, desenvolveu a Rede de Apoio Social, um programa de apoio a quem mais precisa, seja nas idas ao supermercado ou à farmácia.  

Além de sublinhar a ideia de que neste momento “o mais importante é cumprir as recomendações da Direção Geral de Saúde”, Tomé Pires sublinha a importância da criação deste “serviço” de apoio direcionado à população mais vulnerável.

No âmbito desta ação “foi criada uma linha de apoio onde os munícipes podem esclarecer dúvidas e solicitar informações, colocando o seu caso e as suas necessidades”. A linha de apoio funciona todos os dias, fins-de-semana incluídos, entre as 10.00 e as 17.00 horas, através dos números: 284 540 195 e 961 175 331.

O autarca revelou, também, que os serviços municipais têm funcionado por sistemas de turnos e de rotatividade, de forma a se salvaguardar a saúde dos trabalhadores e, por outro lado, a garantir que os serviços continuem a funcionar.

Outro ponto focado pelo presidente da Câmara de Serpa prende-se com a desinfeção de locais públicos. Tomé Pires explica que a autarquia, em colaboração com as Juntas de Freguesia e com o apoio de vários agricultores do concelho, está preparada para dar início às desinfeções em locais públicos do concelho.

Para falar destas e de outras medidas, Tomé Pires é o convidado, desta quarta-feira, do programa da Voz da Planície, “Quando Amanhece”. Uma conversa para ouvir pelas 10.30 horas.


Comente esta notícia