João Oliveira

Os 40 milhões de euros estavam destinados ao Alentejo para financiamento de projetos de doutoramento e a FCT quer que este montante seja utilizado em todo o país, com critérios que deixam de ter em conta as necessidades da região e o seu desenvolvimento, assegura o deputado do PCP João Oliveira. O deputado do PCP esclareceu que o seu partido foi alertado para esta situação através de um pedido efetuado pela FCT junto da CCDR Alentejo de alteração ao aviso.

O PCP está preocupado com todos os que estavam a pensar nesta formação para seguir os seus percursos formativos e académicos e com o facto, desta situação invalidar a possibilidade de no Alentejo se poder apostar na qualificação dos seus recursos humanos. Neste contexto, o PCP questionou o ministro que tutela esta matéria procurando saber se esta atuação da FCT tem a cobertura e o apoio do Governo e se, não tendo, quais são as medidas a tomar para a travar.

João Oliveira explicou, ainda, que em resposta o ministro assumiu o compromisso de que vai avaliar a situação, no sentido dos fundos em causa serem utilizados pelo Alentejo e de não serem desviados para outras regiões. Garantiu, igualmente, que o PCP está a acompanhar de perto esta situação e que espera que a alteração solicitada pela FCT não se venha a concretizar.


Comente esta notícia