Vila Alva

O Centro Cultural de Vila Alva foi demasiado pequeno para receber as muitas centenas de pessoas que aí se deslocaram para assistir ao lançamento do Vila Alva – Vinhas Centenárias e a cerimónia teve a presença dos presidentes da CVRA (Comissão Vitivinícola Regional do Alentejo), da Câmara de Cuba, da Junta de Freguesia de Vila Alva, Adega Cooperativa de Vidigueira e da Assembleia-geral da Adega.

Na ocasião o presidente da Adega, José Miguel Almeida afirmou que é na freguesia de Vila Alva no Concelho de Cuba que se encontram as vinhas mais antigas desta zona do país, muitas delas plantadas em datas anteriores a 1930. Vinhas muito antigas com produções reduzidas, mas cujos cachos têm uma refinada qualidade, que deram origem a um vinho de um nível único em Portugal.

O “Vila Alva – Vinhas Centenárias” é um vinho DOC Talha Alentejo e o enólogo da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, responsável pela sua produção explica porquê, identificando as suas particularidades e esclarecendo que é um néctar que tem boa longevidade em garrafa.

A Adega Cooperativa de Vidigueira Cuba e Alvito esteve também envolvida no Festival Terras Sem Sombra, cujo primeiro concerto de 2018 teve lugar na Igreja de S. Cucufate em Vila de Frades. Todos os anos, o Terras sem Sombra promove um produto, genuíno, do Alentejo e este ano tem como eleito, o Vila Alva – Vinhas Centenárias.


Comente esta notícia