Beja pode ser a próxima capital do sudoeste ibérico

Jorge Barnabé, presidente da Direção do OBA, refere “o conjunto de parcerias que foram assinadas” e que, na sua opinião, “fazem perceber que as perspetivas do Observatório fazem sentido”.

“O protocolo com a CCDR Alentejo” foi outro dos aspetos referidos por Jorge Barnabé por, segundo o presidente da Direção do OBA, “contribuir para o desenvolvimento do território nos próximos cinco anos”. Na sua opinião é preciso “continuar a valorizar tudo o que já existe, no sentido do território ganhar força e capacidade de avançar com outras projetos para ganhar escala e competitividade”. Jorge Barnabé promete que “é esse o caminho que o OBA vai continuar a trilhar”.

“O Baixo Alentejo é dos que mais contribui para o PIB nacional”, referiu, ainda, Jorge Barnabé, dizendo que “é mais um aspeto a valorizar”.


Comente esta notícia