Costa Vicentina

A Assembleia Municipal de Odemira deliberou manifestar a sua frontal oposição à recente decisão da Agência Portuguesa de Ambiente, ratificada pelo Ministério do Ambiente, de avançar para a prospecção do furo ao largo de Aljezur, sem a respectiva Avaliação de Impacto Ambiental. Uma posição que surge tendo por base a posição conjunta tomada pelos municípios do Algarve e de Odemira contra a prospecção e exploração de petróleo e gás na costa portuguesa, assim, como a grande unanimidade na posição de rejeição já demonstrada por parte das populações afectadas na Costa Alentejana e Vicentina.

Relativamente às alternativas à aplicação de herbicidas à base de glifosato em espaços públicos do concelho, a Assembleia Municipal de Odemira deliberou recomendar ao município e a todas as juntas de freguesia do concelho a utilização de métodos de controlo de infestantes menos agressivos e poluentes já ao dispor das autarquias e o fim da aplicação de fitofármacos à base de glifosato em todo o seu território.












Comente esta notícia