barragem santa clara

Para assinalar a data, a autarquia de Odemira e a Associação de Beneficiários de Mira vão promover, a partir de hoje e até domingo, um programa de iniciativas abertas a toda a comunidade. As comemorações incluem cerimónia evocativa, exposições, concertos, actividades dirigidas ao público escolar e actividades desportivas com o objectivo de promover uma grande festa para a população para celebrar a obra que proporcionou o abastecimento de água a um vasto território entre o interior e o litoral.

Hoje as iniciativas são dedicadas à comunidade escolar, com acções de promoção ambiental, visita às instalações da Barragem, experiências sobre energia, pintura mural com Mistik e Gnose e iniciação à canoagem.Às 15.00 horas é inaugurada a exposição alusiva aos 50 anos da Barragem, que decorre em vários espaços da aldeia de Santa Clara-a-Velha. Ainda durante a tarde, a Casa do Povo, recebe o colóquio “O Plano de Rega, a Barragem e a Charneca”, e a tertúlia “Memórias vivas da Barragem”. À noite, no Largo da Igreja Matriz, é apresentado um documentário sobre a construção da Barragem.

No sábado, realiza-se às 15.00 horas, a Cerimónia Comemorativa e a inauguração de Monumento Evocativo, a actuação dos alunos do Centro de Valorização da Viola Campaniça e do Cante de Improviso e pintura de tela ao vivo por Philippe Peseux. A partir das 21.30 horas a proposta é a actuação do grupo Ala dos Namorados e da Banda Filarmónica de Lavre, segue-se um espectáculo piromusical e o DJ João Machado.

No domingo junto à Barragem a proposta é o 2º Trail do Mira e o 13º percurso de BTT “Terras do Mira”. A partir das 15.00 horas realiza-se uma tarde cultural com a actuação do grupo etnográfico Gentes do Alto Mira, Grupo Coral Cantadores do Desassossego e  e do artista Toy.







Comente esta notícia