operação campo seguro

Durante esta operação houve uma intensificação do patrulhamento em áreas florestais e explorações agrícolas, com o objectivo de prevenir a criminalidade em geral e os furtos de azeitona, castanha e metais não preciosos em particular, prestando especial atenção a possíveis situações de tráfico de seres humanos.

De acordo com a GNR, foram registados 81 crimes, efectuadas 50 detenções e identificados 285 indivíduos, sendo ainda elaborados 222 autos de contra-ordenação.

Dos ilícitos, a maior incidência foi o furto de azeitona, tendo sido recuperadas cerca de 8,5 toneladas deste fruto, destacando-se ainda a apreensão de 1,5 toneladas de cortiça e cerca de 770 quilos de pinhas, também alvo de furto.

Este reforço de patrulhamento contemplou o empenhamento de diversas valências da GNR, designadamente dos Comandos Territoriais, do SEPNA-Serviço da Protecção da Natureza e Ambiente, da Investigação Criminal e das Secções de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário, prevenindo e reprimindo a criminalidade, o que contribui para o aumento do sentimento de segurança, proximidade e de confiança, dos agricultores e proprietários de explorações agrícolas.







Comente esta notícia