Terras sem Sombra 2019 (Washington)

Na hora da despedida o embaixador de Portugal, Domingos Fezas Vital, disse que o Terras sem Sombra (TSS) deu um contributo enorme para a imagem do país nos Estados Unidos da América (EUA) e que os americanos ficaram com vontade de conhecer o Alentejo.

Domingos Fezas Vital fez, ainda, um balanço muito positivo do contributo dos autarcas, e empresas, na promoção do Alentejo nos EUA. Deixou, igualmente, um agradecimento ao papel desempenhado pela comunicação social, que acompanhou a comitiva, na forma como divulgou as diversas realizações do programa cumprido em terras do Tio Sam.

O presidente da Câmara de Beja, Paulo Arsénio, também integrou a comitiva que o TSS 2019 levou aos EUA e no final desta missão referiu que esta poderá ter sido a primeira vez que o Alentejo se fez representar tão bem e que a missão realizada deixou raízes e continuidade. Para Paulo Arsénio o Alentejo saiu dignificado.

Com o apoio da Câmara Municipal de Vidigueira, o TSS 2019 começa, em território nacional, no dia 26 deste mês, em Vila de Frades, com a atuação do Coro Spelman College Glee Club, na Igreja Matriz de São Cucufate, às 21.30 horas. Durante o fim de semana, a biodiversidade e o património complementam o programa musical, com o foco na tradição do fabrico artesanal do pão e visita ao dispositivo de passagem para peixes da barragem de Pedrógão do Alentejo.


Comente esta notícia