CAMINHOS PARA SANTIAGO

O historiador de arte José António Falcão, director deste organismo fundado em 1984, usará da palavra para explicar os novos desafios que os Caminhos de Santiago enfrentam em solo nacional.

No Alentejo, o Caminho tem vindo a ser alvo, durante a última década, de um intenso trabalho de redescoberta por parte do Departamento do Património Histórico e Artístico, precisamente sob a direcção de José António Falcão, conservador de museus e professor universitário, que é um dos peritos internacionais do tema, frequentemente ouvido pelas entidades responsáveis pelas rotas jacobeias em Espanha, França, Irlanda ou Itália.

 

Comente esta notícia