Pedro do Carmo

Os esforços, da autarquia na redução da dívida, para além da diminuição em mais de 50 por cento do valor total, em oito anos, cerca de menos 11.5 milhões de euros, relevam-se ainda na diminuição dos prazos de pagamento a fornecedores e credores, passando dos 311 dias em 2011, para os 130 dias, em 2012, assegura também o documento enviado à nossa redacção.

Para Pedro do Carmo, presidente da Câmara de Ourique, são óptimas notícias ainda mais quando a nota de "superação" confere ao Município, uma dedução de -0,20 por cento, no spread do contrato de empréstimo no âmbito do Programa de Regularização Extraordinária de Dívidas do Estado (PREDE), acumulando com a dedução anteriormente concedida e situando-se agora numa redução de -0,30 por cento.

Para o Município de Ourique este reconhecimento, pelo segundo ano consecutivo, reafirma a importância e a adequação da estratégia de rigor e de transparência assumida na gestão dos dinheiros públicos, destacando a capacidade para promover uma actividade municipal e pública rigorosa na gestão, reduzindo dívida e criando medidas políticas de apoio social, obras e projectos de investimento público em beneficio das populações e do desenvolvimento do concelho.


Comente esta notícia