Ovibeja de encante

O Cante Alentejano, Património Imaterial da Humanidade, mereceu grande homenagem no decurso da 32ª edição da Ovibeja.

O ponto alto das celebrações aconteceu no sábado, quando 111 grupos corais e mais de 2300 vozes organizadas, às quais se juntaram milhares de vozes da plateia, interpretaram em uníssono cinco modas alentejanas.

Entre os participantes estavam perto de 600 cantadores alentejanos que residem há décadas na área metropolitana de Lisboa e que viajaram propositadamente a Beja no "Comboio do Cante".

De entre as modas interpretadas em uníssono, recuperamos uma parte da última moda, "Alentejo és nossa terra".

O I Grande Encontro do Cante foi o momento alto da homenagem da Ovibeja ao Cante Alentejano.

Durante os cinco dias do certame foi possível visitar o Pavilhão do Cante onde, com recurso a uma exposição, foi explicada aos visitantes a história do Cante ao longo de séculos.

A exposição apresentava também os trajes típicos de vários grupos corais e disponibilizava cabines individuais aos visitantes para que pudessem escutar diversas modas alentejanas.

No Pavilhão do Cante reuniram-se, de forma informal, centenas de alentejanos que provaram o vinho da Vidigueira, os petiscos tradicionais da nossa terra e cantaram enquanto as vozes lhes permitiram, numa verdadeira festa de todos os que amam o Alentejo e as suas tradições.

A Rádio Voz da Planície também se associou a esta homenagem, editando uma revista temática e um CD com 14 modas de grupos do distrito de Beja. Tanto a revista como o CD esgotaram, tal não foi a vontade dos visitantes da Ovibeja em levar para casa materiais alusivos ao nosso Cante, Património Imaterial da Humanidade!


Comente esta notícia