Beja Cinco Reis

Paulo Arsénio, presidente da Câmara Municipal de Beja, afirma que o Parque Fluvial apresenta características ambientais e ecológicas únicas, do ponto de vista, da preservação, na medida em que não vão ser permitidos desportos motorizados na albufeira.

O autarca acredita, ainda, que, no verão, o número médio de dias de pessoas que pernoitem em Beja, passe de 2 para 3 noites, aumentando, assim, em 50% a capacidade de reservas turísticas do concelho.

O presidente da Câmara de Beja chama a este projeto o “Parque dos 5 R's”: recreio, repouso, restauração, ruralidade e redescoberta e revela que o município bejense espera que o espaço seja, plenamente usufruído, por turistas e pela população em 2020, deixando em aberto a hipótese de funcionar já numa parte do verão de 2019.

“O Alentejo está cada vez mais a colocar-se no mapa do mundo” a afirmação é da secretária de estado do Turismo que acrescenta que a autenticidade e a genuinidade do Alentejo são as duas características que têm contribuído para o desenvolvimento e para o aumento do turismo da região. Ana Mendes Godinho revela, ainda, que o Alentejo foi o território que mais cresceu, neste sector, a nível nacional.

Este é um projecto que vai nascer na Albufeira Cinco Reis, a cerca de 4 km da cidade de Beja, no centro geográfico do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva, com financiamento de 90% pela Turismo de Portugal, e com os restantes 10%, a cargo da autarquia de Beja e da EDIA.

A União de Freguesias de Santiago Maior e São João Baptista vai assegurar a manutenção do espaço, em parceria com o Município de Beja.

Segundo a autarquia de Beja, o Parque Fluvial Cinco Reis vai potenciar turisticamente o concelho, uma vez que, vai apresentar uma série de iniciativas junto da Albufeira, desde a observação de aves, actividades náuticas não motorizadas, uma praia fluvial com o respectivo apoio de praia, bem como um parque de merendas e um circuito de manutenção.

Pretende-se, também, que o Parque Fluvial Cinco Reis possa potenciar a criação de sinergias de visitação cultural e arqueológica que favoreçam a dinamização da importante Villa Romana de Pisões, localizada a menos de 1km, e a promoção de rotas pedonais e cicláveis entre esta Albufeira, a cidade de Beja e as povoações de Penedo Gordo, Beringel e S. Brissos.





Comente esta notícia

Galeria de fotos