paulo arsenio

A presidência da Câmara de Beja reuniu-se, ontem, com o ministro e o secretário de Estado das Infraestruturas e pediu a “calendarização exequível das obras”, entre elas a eletrificação da linha férrea, prevista para 2025 e a conclusão da A26, com data apontada para 2028. Paulo Arsénio revelou à Voz da Planície que neste encontro não se saiu com nenhuma promessa, mas sim com a expetativa de que algumas obras possam ser antecipadas. E é neste contexto que, aproveitando a realização na cidade da cimeira dos Países Amigos da Coesão da União Europeia, neste sábado, se vai reforçar “junto de António Costa, a necessidade de se cumprirem os objetivos definidos de concretização dos projetos de acessibilidades, fundamentais para garantir a coesão do território e o desenvolvimento económico e social da região”.

A Câmara Municipal de Beja enaltece, também, “a importância da decisão de realizar em Beja a Cimeira dos Países Amigos da Coesão da União Europeia, prestigiando a centralidade da capital de distrito e a sua posição estratégica, bem como tirando proveito e dando relevância ao Aeroporto de Beja como decisivo na sua escolha.”


Comente esta notícia